• CTICOR

    0300-117-2800

  • CENTRAL DE ATENDIMENTO

    (21) 2224-9688

  • SAC

    0800 580 2428

  • CARTEIRA DIGITAL

CAMPERJ - 08/10/2020

Como manter as defesas do corpo mais fortes após os 65 anos
4 dicas para treinar seu sistema imune



Existe uma ironia em se viver por mais tempo: ficamos mais suscetíveis a ver nosso corpo declinar. Nosso sistema imune deixa de ser verdadeiramente imune. A isso chamamos “imunossenescência” – tendência do sistema imune que está envelhecendo a permitir que mais infecções, cânceres e doenças apareçam.

O médico imunologista Leonard Calabrese, da Cleveland Clinic, em recente publicação da instituição, destacou que os principais fatores envolvidos no enfraquecimento do sistema imune do idoso são a inflamação e as próprias infecções. Mas, que, felizmente, podemos proteger e melhorar o funcionamento desse e outros sistemas do corpo através do “treinamento”. Adotar alguns hábitos de vida não garante uma saúde perfeita nem nos protege do envelhecimento inevitável; mas podemos fazer o máximo para otimizar nosso sistema imune, retardar a imunossenescência e lutar contra doenças preveníveis.

A seguir, estão as 4 dicas de como podemos ajudar a manter um sistema imune já idoso o mais forte possível, pelo maior tempo:

01 - Se você fuma, faça tudo para parar

Sabemos que não é fácil, mas, isoladamente, o tabagismo é o maior fator de risco (de morte e infecções) evitável. Se o seu sistema imune fosse o Super Homem, o fumo seria a criptonita. Ele leva ao envelhecimento acelerado de todas as células do corpo, destrói antioxidantes do sangue, aumenta a inflamação e mata as células de defesa, fora o dano direto que causa aos pulmões, aumentando o risco de gripe e pneumonia.

02 - Consuma álcool apenas sob controle

O consumo excessivo (5 drinks por ocasião, 5 vezes ao mês) compromete o estado nutricional e dificulta a ação dos glóbulos brancos (as células de defesa). Pessoas alcoólatras possuem risco 2 vezes maior de morrer por pneumonia. O consumo moderado e ocasional de vinho tinto, no entanto, é compatível com o plano de dieta mediterrânea, com poder anti-inflamatório.

03 - Não abuse do sol

Embora nossa pele precise da luz solar para produzir vitamina D, que melhora o sistema imune, o excesso de radiação UV aumenta o risco de câncer, e o excesso de sol também aumenta o risco de resfriados, que podem complicar com infecções mais graves.

04 - Se estiver acima do peso, trabalhe em eliminar o excesso de gordura

A obesidade sobrecarrega o corpo e coloca em risco o sistema imune. A gordura abdominal desencadeia inflamação pelo corpo todo. Perder peso, mesmo pequenas quantidades, possui efeito anti-inflamatório. Além da perda de massa gorda, a atenção na dieta, eliminando excesso de frituras e comidas processadas além de aumentar o consumo de alimentos frescos e com alto valor nutricional, também melhora diretamente o sistema de defesa.

Enfim, se você seguir esses 4 passos, ajudará enormemente o seu sistema de defesa, mesmo idoso, a se manter saudável e a lutar contra invasores.


Responsável pelo Conteúdo:
Dra. Fernanda Siqueira
Geriatra | CRM 52.90703-0
Rede Referenciada da CAMPERJ

CAMPERJ - CAIXA DE ASSISTÊNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
Rua do Ouvidor, 60 - 6º andar - Centro - Rio de Janeiro - Cep: 20040-030

© 2022 CAMPERJ - Todos os direitos reservados.